É HOJE O DIA DE BUSCAR O SENHOR

Isaías 55:6

“Buscai o Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto”

Tem hora que procuro entender Deus e não consigo. Ele é muito mais do que imaginamos, principalmente através dos seus atributos incomunicáveis (aqueles que enfatizam a distinção absoluta entre Deus e a criatura. Eles não podem ser comunicados à criatura), como: Asseidade, eternidade, unidade, imutabilidade, infinitude, onipresença, onipotência, onisciência e soberania.

Mas, quanto ao texto referência, podemos ver também a presença de atributos comunicáveis do Senhor, principalmente “bondade”, “misericórdia”, “justiça” e amor (como por exemplo, a benevolência, a benignidade e a longanimidade). Senão vejamos:

O homem levantou-se contra Deus, desobedecendo seu mandamento para não comer do fruto proibido; esse ato do primeiro Adão (o segundo é Jesus) levou todos os homens ao pecado e, consequentemente, à destituição da glória de Deus (Romanos 3:23). Contudo, mesmo o homem “com um coração enganoso mais do que qualquer coisa” (Jeremias 17:9), o Senhor ainda enviou Seu Filho, Jesus, para morrer na cruz para salvar o pecador que se arrepender e se converter a Cristo (Atos 3:19).

Hoje, quando muitos andam na contramão do que orienta o Evangelho, Deus vem oferecer a salvação de graça a todo aquele que a ele vier.

Duas fatores interessantes nesse versículo:

Primeiro: Deus quer o melhor para nós, mas também quer ver a nossa ação. E não ficar parado esperando que caia do céu algo do Senhor. Ele diz: “Buscai o Senhor enquanto se pode achar”. É como se ele estivesse dizendo: “Procurem a ajuda de Deus enquanto pode me achar”. O alerta vem de Hebreu 3:7-8: “Portanto, como diz o Espírito Santo: Se ouvirdes hoje a sua voz, não endureçais os vossos corações”.

Segundo: “Invocai-o enquanto está perto”. O final desse versículo ensina-nos como devemos fazer a primeira parte: “Buscai o Senhor (…)”. De que forma? Orando. Orar é falar com Deus diretamente. Sem agenda e sem telefonema.

Quando oramos, Deus nos ouve: “Esta é a confiança que temos ao nos aproximarmos de Deus: Se pedirmos alguma coisa de acordo com a sua vontade, ele nos ouve. E se sabemos que ele nos ouve em tudo o que pedimos, sabemos que temos o que dele pedimos” (1 João 5:14-15). A Bíblia diz que Deus está perto de quem o busca.

Acontece que muitos há muito deixaram de buscar ajuda do Senhor.

Não seja como tantos outros, que deixaram de buscar o Senhor. Eles olharam mais para os fracassos alheios, procuraram enxergar mais os erros dos outros e esqueceram do Senhor. Abandonaram a igreja falando mal dela, “enterraram” amigos, rejeitaram lideranças e esqueceram momentos maravilhosos com o Senhor. Resultado: Fraqueza espiritual. E quando uma pessoa alimenta a fraqueza espiritual na sua vida, buscando justificar seus erros nos erros de outras pessoas, acaba “morrendo”.

Minha sugestão: Saia dessa caverna espiritual, confie no Senhor e vá atrás de quem pode mudar sua história, sua vida, seu futuro: Deus! Ele está aí pertinho de você esperando seu clamor.

Pela revelação de Deus, sei que você já enfrentou muitos problemas na vida. E como os irmãos da Igreja de Filadélfia (Apocalipse 3:7-13), tens perseverado e guardado a Palavra de Deus. Por isso estás de pé. Aleluia!

Contudo, alguns imprevistos podem acontecer na sua caminhada. Mas não se deixe vencer pelo cansaço, pela fadiga, pelo medo da derrota, pelas palavras de outrem e deixar de buscar o Senhor. Deus te deu vontade, capacidade, inteligência e determinação para agir.

Não esmoreça nem olhes para o passado. O Senhor tem um presente restaurador e um futuro brilhante para a sua vida.

Mas, não esqueça: Buscai o Senhor enquanto você pode acha-lo. E não é amanhã. É hoje!

Deus te abençoe!

Pr. Gomes Silva
Campina Grande, 8 de maio de 2020

 

Redação: CEPEA - PB

A CEPEA-PB é um ministério da Palavra de Deus voltado para expandir o Reino de Deus, reunir os servos de Deus em adoração e promover a comunhão mútua entre o povo do Senhor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *